Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
  • DIRCEU SILVEIRA MANFRINATO  - AVANTE
  • Vereadores
    15ª LEGISLATURA
    Presidente Atual
    DIRCEU SILVEIRA MANFRINATO
Próxima Sessão

Sessões Ordinárias


Segundas-feiras, às 19h00

Data: 06/11/2018 Hora: 14:28:18
Observatório Social de Cianorte utiliza tribuna livre e faz prestação de contas do primeiro semestre de 2018

Segundo o órgão, com a análise e acompanhamento nos processos licitatórios, houve uma economia de R$ 1.688.870,06 para os cofres públicos no primeiro semestre de 2018, sendo esta equivalente a 13,09% dos valores licitados; R$ 471.516,01 foi de intervenção direta do Observatório

DIEGO FERNANDO LASKA

Na sessão ordinária desta segunda-feira (5) - conforme solicitação e com base no artigo 253 do Regimento Interno da Câmara - utilizou a tribuna livre o vice-presidente do Observatório Social de Cianorte (OSC), João Zaghini, acompanhado do presidente do órgão, Emerson Ribas de Sousa, e de demais colaboradores, a fim de apresentar o relatório de atividades e de prestação de contas relativas ao primeiro semestre do exercício de 2018.

O Observatório Social de Cianorte foi criado em 22 de março de 2012 e é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos e seus associados não podem ter vínculo político-partidário. "Atualmente, contamos com 17 colaboradores, sendo que 9 deles compõe a diretoria executiva, 2 estagiários e 6 voluntários externos. Importante ressaltar que o trabalho é voluntário, ou seja, nenhum colaborador recebe salário, com exceção dos estagiários, que recebem bolsa", salienta o vice-presidente do Observatório Social de Cianorte, João Zaghini.

O órgão tem como finalidade o exercício da cidadania, atuando na busca da transparência e efetividade na gestão dos recursos e serviços públicos, mediante monitoramento das contas e ações dos órgãos públicos, segundo os princípios constitucionais. Ainda de acordo com João, a atuação principal foi acompanhar as licitações lançadas pela Prefeitura e pela Câmara Municipal de Cianorte. "Foram analisados, ao todo, 150 processos licitatórios, 140 da Prefeitura e 10 da Câmara Municipal - sendo que houve participação direta dos observadores em 68 sessões públicas de licitações - as quais resultaram na elaboração de 24 pedidos de impugnação ao edital, 18 pedidos de esclarecimento, 2 pedidos de justificativas para irregularidades encontradas em contratos administrativos e 3 notícias de fato dirigidas ao Ministério Público. Com relação à Câmara Municipal foi apenas um pedido de esclarecimento que prontamente foi respondido e depois arquivado" esclarece.

Além de apresentar quatro estudos de casos da atuação do órgão na prática, no fim, houve a apresentação das despesas e receitas no primeiro semestre de 2018. "Tivemos o total de despesas no valor de R$ 16.649,02, sendo que R$ 10.658,28 foi para pagar estagiários bolsistas. Já em receitas, somando rendimentos em aplicações financeiras e doações, o montante é de R$ 7.020,00. Assim, o resultado no período foi um déficit de R$ 9.629,02. Portanto, o apoio de mantenedores, pessoas físicas e jurídicas, é fundamental para auxiliar o Observatório na sua manutenção", finaliza João Zaghini.

Serviço

Para ser voluntário do Observatório Social de Cianorte, basta não possuir vínculo político-partidário. Já para ser mantenedor, as doações podem ser anônimas para a seguinte conta: Banco SICOOB (Banco 756), Conta 95.828-0, Cooperativa 4340.

Para denúncias - que podem ser anônimas - o Observatório Social de Cianorte está localizado na Rua Ipiranga, 636 - sala 8 (sobreloja) - Zona 1 ou pelo e-mail: contato@observatoriosocialcianorte.org.br.

Galeria de Fotos



Data: 06/11/2018 Hora: 14:28:18